Escola (Pais e Filhos)

“É fundamental que crianças e jovens se conscientizem de sua vulnerabilidade ante a violência urbana. E é de responsabilidade dos pais e também das entidades educacionais, ensiná-los a adotar medidas de prevenção e proteção”.

PARA OS PAIS

  • Toda criança deve saber seu endereço, telefone, nome completo dos pais ou responsáveis e quem vai levá-la e/ou buscá-la na escola;
  • Oriente seu filho para andar junto com outras crianças (em grupos) no trajeto da escola ou em caminhadas;
  • Caso seu filho vá de ônibus à escola, evite pontos de parada em locais escuros e sem movimento;
  • Seus filhos não devem conversar, se aproximar, entrar em carros, casas, terrenos ou garagens de estranhos (lembre-se que a criança tem um grau de curiosidade muito alto);
  • Caso utilize um serviço de transporte escolar, esporadicamente acompanhe esse serviço, de longe, desde o momento em que seu filho embarca até o desembarque na escola;
  • Exija por escrito, que a escola confirme previamente, fazendo contato com os pais ou responsáveis, qualquer solicitação de dispensa antecipada de uma criança;
  • No caso de dúvida, o responsável ou encarregado de segurança da escola deve tentar identificar o autor da solicitação de saída antecipada da criança;
  • Avalie as condições de segurança nas escolas e adote medidas de proteção em conjunto com a direção desses estabelecimentos;
  • Ao levar e buscar o seu filho evite parar em fila dupla, pare nos locais destinados a embarque/desembarque de passageiros somente o tempo necessário;
  • Redobre os cuidados quando estiver dirigindo próximo às escolas.

PARA OS FILHOS

  • Jamais carregue consigo canivetes ou outras armas para a escola. Avise a um policial escolar, imediatamente, se você observar outro estudante portando os mesmos;
  • Não use álcool ou outras drogas, e fique longe de locais ou de pessoas associadas a esses vícios;
  • Ao verificar a presença de estranhos na escola, informar imediatamente a um funcionário e/ou professor;
  • Evitar correrias em corredores e escadas, não se envolver em brigas ou discussões;
  • Utilizar discretamente aparelhos celulares e objetos de valor, principalmente, ao sair da escola evitando o interesse de marginais;
  • Não aceitar substâncias estranhas, tipos comprimidos, folhas ou algo parecido que possam ser tóxicas;
  • Respeitar e atender as orientações de diretores, professores e funcionários da escola;
  • No horário do intervalo não se distanciar da escola e retornar no período previsto;
  • Quando ameaçados por pessoas estranhas informar imediatamente a Polícia Militar, aos pais e a direção da escola;
  • Ao fazer trabalhos em grupo na casa de algum amigo ou na própria escola, informar antecipadamente aos pais.

Contribuições: “Coleção Cartilhas de Segurança” – José Tarcísio C. Neves e Hércules Atanes e Equipe Núcleo.