Ter um Plano de Continuidade de Negócios – PCN (do termo inglês Business Continuity Plan – BCP) é definir todos os possíveis riscos inerentes ao negócio, em todas as áreas da empresa e formalizar as medidas contingenciais cabíveis de serem executadas no caso de concretização de eventos danosos, ou seja, em qualquer situação que afete a normal condução dos negócios.

A elaboração deste plano consiste em mapear os riscos, elaborar cenários do mínimo ao máximo impacto, identificar quais as atividades do negócio serão mais impactadas  e determinar os custos e investimentos necessários para manter o negócio em execução (contingência).

A Núcleo desenvolve um conjunto de estratégias e planos de ação visando garantir a preservação dos serviços essenciais até o retorno à normalidade. Por serviços essenciais consideramos desde energia elétrica, telecomunicações até os processos produtivos e organizacionais estratégicos.

Vale lembrar que em certas atividades empresariais, a própria regulamentação do setor irá definir regras para a estratégia de continuidade do negócio, em especial para empresas que fazem parte de Bolsas de Valores.

O treinamento e habilitação de equipes específicas para a manutenção e condução destes planos são essenciais para que a organização possa responder melhor e mais rapidamente aos eventos que possam vir a comprometer seus negócios, até mesmo evitando que entrem no estado de ruptura, onde deve estar perfeitamente sintonizado com o DRP.

Todo o trabalho é baseado nas melhores práticas e normas estruturais de continuidade de negócios ABNT NBR 15.999 – Sistemas de Gestão de Continuidade de Negócios.